Mais notícias da 'democracia até demais'

O Tribunal Superior de Justiça da Venezuela, que só faz o que o ditador Nicolás Maduro manda, acaba de proibir a MUD, a coalizão oposicionista, de disputar unida a eleição presidencial.

Antes disso, as autoridades eleitorais chavistas-maduristas já tinham colocado na ilegalidade os partidos oposicionistas Vontade Popular (de Leopoldo López) e Ponte.

Embora seja óbvio, O Antagonista reitera: qualquer um que apoie as ações da ditadura da Venezuela e chame as decisões judiciais contra Lula de “golpe” não passa de um canalha.

Mais notícias
TOPO