Mais um desafeto de Putin morre no Reino Unido

Telegram

Depois do envenenamento do ex-espião Sergei Skripal e da sua filha Yulia, o russo Nicolai Glushkov foi encontrado morto na sua casa em Londres, onde estava exilado.

Ele era amigo íntimo do oligarca Boris Berezovsky, que morreu enforcado em 2013, na Inglaterra, em circunstâncias misteriosas. Berezovsky era desafeto de Vladimir Putin.

A Rússia já havia convocado o embaixador britânico em Londres, depois que Theresa May intimou Putin a dar explicações sobre o envenenamento de Sergei Skripal e Yulia — em 2006, o ex-espião Alexander Litvinenko também foi envenenado na Inglaterra e morreu acusando o presidente russo de ser o mandante do atentado contra ele.

Agora, a depender da causa da morte de Glushkov, a tensão entre Reino Unido e Rússia pode aumentar ainda mais.

Comentários

  • ENEIDA -

    Putin é um psicopata hediondo, atroz. A própria reencarnação do demônio

  • Felipe -

    LISTA MAIOR, PUTIM OU LULA

  • Hanna. -

    Li num site que a aprovação do governo Putin pelos russos está na base de 60%. É bem alta. Ele é duro, implacável com os inimigos e bom para a população. Russos são um povo historicamente guerreiro, valente, mas me dá medo. E aquela história do prefeito de uma cidade russa pedir aos habitantes para que não batessem nos turistas durante a copa do mundo de futebol? É pra rir ou pra chorar?

Ler 41 comentários