ACESSE

Médicos cubanos acusam Maduro de negar tratamentos para oposicionistas

Telegram

Em entrevista ao New York Times, 16 médicos cubanos relataram um sistema de manipulação política deliberada do ditador Nicolás Maduro e disseram que seus serviços na Venezuela eram usados para garantir apoio ao regime.

Entre as táticas usadas pelo ditador, há desde lembretes para votar no governo até negar tratamentos para pacientes da oposição que tenham doenças graves.

“Você aparece com vitaminas e algumas pílulas para pressão sanguínea”, disse um médico que desertou para o Equador. “E quando ganha a confiança deles, você começa perguntas como: ‘Você sabe onde é o seu local de votação? Você vai votar?’”

Todos os médicos cubanos entrevistados pelo jornal confirmaram que faziam visitas de casa em casa para prestar seus serviços mas também para falar de política.

Imagine que um presidente com ideias distorcidas é eleito, fazendo um paraíso entrar em colapso. Leia aqui!

Comentários

  • antonio -

    Alguns desses médicos, são corajosos em falar assim na Venezuela.. Estão ferrados, quando voltarem a Cuba !!!Essa é a verdadeira cara desse ditador tirano, da Venezuela. !!!

  • Almanakut -

    Tem pegar esses socialistas da ONU e criminalizá-los!

  • J.TAJRA -

    E porque não vêm para o Brasil? Desculpa, tinha esquecido, aqui não tem DEMOCRACIA segundo os PTralhas.

Ler 73 comentários