Mercosul manifesta apoio ao presidente do Equador

Ernesto Araújo usou o Twitter neste domingo para anunciar que o Mercosul e o Prosul manifestaram apoio ao presidente equatoriano Lenín Moreno.

Em nota conjunta, os países do Mercosul disseram que “deploram os atos de violência registrados nas últimas horas na república-irmã do Equador” e “saúdam a disposição do governo do Equador e de setores representativos da sociedade equatoriana de iniciar diálogo com vistas à normalização da ordem no país”.

Comentários

  • alfredo -

    é claro que a quadrilha encastelada no poder,não deseja nas proximidades ,mobilizações populares que possam contaminar o Brasil, em um momento que,muitos que votaram no novo velho estão arrependi

  • BrasilSocialista -

    Faz arminha que passa bozolixos se foder@m porr@

  • ☣MAÇÃNARIAcancer -

    Lenin moreno é MAÇOM MAFIOSO disfarçado de esquerdista...obvio que a masoneria sudamericana correria em socorro do irmão. as filhas de jó e garotas do arco iris vao organizar manifestações usan

Ler 10 comentários