ACESSE

Ministra libanesa renuncia após tragédia

Telegram

A ministra da Informação do Líbano, Manal Abdel Samad, renunciou neste domingo a seu cargo. Ela justificou sua saída culpando o próprio governo pela grande explosão ocorrida no porto de Beirute na semana passada.

“Depois do enorme desastre em Beirute, apresento minha renúncia do governo. Peço desculpas aos libaneses, não atendemos às suas expectativas”, afirmou.

É a primeira baixa no governo do país desde a tragédia.

A explosão, como registramos, devastou bairros inteiros e deixou mais de 300 mil pessoas desabrigadas, além de mais de 150 mortos e cerca de 6 mil feridos.

Neste sábado, milhares de manifestantes libaneses foram às ruas de Beirute e invadiram os ministérios das Relações Exteriores, Economia e Energia. Além de culpar o governo pela tragédia, as manifestações demandam reformas políticas e a renúncia do premiê Hassan Diab.

Leia mais: Exclusivo: a imprensa livre na mira

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 2 comentários