ACESSE

Ministro da Defesa da Bolívia também renuncia

Telegram

O ministro da Defesa da Bolívia, Javier Eduardo Zavaleta López, anunciou ontem à noite a sua renúncia ao cargo.

Ele é o 13º ministro de Evo Morales a renunciar em meio à crise política no país.

Em uma carta divulgada nas redes sociais, López afirma que o país que espera é “uma Bolívia na qual os militares devem defender sua pátria ao lado de seu povo e não contra ele; portanto, a responsabilidade de apontar armas contra o povo será daqueles que tomaram essa decisão”.

“Nunca ordenamos que nossos soldados e marinheiros manejassem uma arma contra seu povo e nunca a daremos”, diz o ex-ministro na carta.

O NOVO 7 x 1 BRASILEIRO Leia aqui

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 6 comentários