MIT questiona eficiência da 'cloroquina cubana'

Um estudo feito por pesquisadores do MIT e de Harvard concluiu que a droga interferon pode ter efeitos indesejáveis nos pacientes com o novo coronavírus.

À semelhança do que faz Jair Bolsonaro com a cloroquina no Brasil, o interferon vem sendo propagandeado pelo ditador de Cuba, Miguel Díaz-Canel, como tratamento para a Covid-19.

Leia AQUI a reportagem da Crusoé.

Leia também: Por que a cloroquina desperta tantas paixões?
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO