Morre em Buenos Aires o médico legista do caso Nisman

Telegram

O médico legista aposentado Osvaldo Raffo, responsável pelo relatório que questionou a versão de suicídio para o promotor público Alberto Nisman, foi encontrado morto hoje na banheira de seu apartamento em Buenos Aires, noticia o La Nación.

Ele tinha 84 anos.

Ao lado do corpo, havia um revólver e uma nota atribuída ao legista em que ele reclamava de “dores”.

Comentários

  • GonzagaBR -

    Igualzinho ao caso Celso Daniel... Mortes acidentais em série. Falta um garçom e um motorista ainda...

  • Augusto -

    Pelo visto, a ORCRIM argentina é mais eficiente que a brasileira.

  • Daniel -

    A esquerda é um lixo em qualquer lugar.

Ler 28 comentários