ACESSE

Na Casa Branca, os populistas negacionistas se entendem

Telegram

Donald Trump, o populista de direita que minimizou a Covid-19 nos EUA, e López Obrador, o populista de esquerda que fez o mesmo no México, trocaram amabilidades –ambos sem máscara– em seu encontro de hoje.

“O que eu mais aprecio é que você nunca tentou nos impor nada que violasse ou prejudicasse a nossa soberania”, disse López Obrador a Trump nos jardins da Casa Branca. “Você nunca tentou nos tratar como uma colônia.”

Trump –que durante sua campanha disse que construiria um muro na fronteira e “faria o México pagar por ele”– afirmou que a declaração conjunta assinada pelos presidentes visava a “um futuro compartilhado de prosperidade, segurança e harmonia”.

Os presidentes não apertaram as mãos na chegada do mexicano à Casa Branca. Segundo o governo dos EUA, toda a comitiva de López Obrador fez testes para a Covid-19 antes da reunião.

Leia mais: A guinada de Bolsonaro para ficar no poder

Comentários

  • Inacio -

    Talvez o escritor dessa matéria se ache o populista ideal.

  • Eduardo -

    Trump está desesperado para criar factoides positivos para seu governo. Até receber o esquerdista mexicano está valendo. Patético, não é Duda Teixeira?

  • Roberto -

    Dez em cada dez pessoas que usam a palavra “negacionista” tiveram seus rendimentos mantidos, apesar da pandemia. Passam o dia em suas torres de marfim ingorando essa tal dessa palavrinha: “economia”.

Ler 17 comentários