Na ONU, papa pede vacinas para os mais pobres e critica indústria bélica

Na ONU, papa pede vacinas para os mais pobres e critica indústria bélica

Em discurso à ONU, o papa Francisco disse há pouco que, em meio à pandemia da Covid-19, é preciso escolher o caminho do multilateralismo, “não do nacionalismo, protecionismo, individualismo e fechamento”.

Sobre a distribuição de vacinas, ele afirmou:

“Se for para privilegiar alguém, privilegiem os mais pobres.”

O pontífice também criticou “a ganância da indústria bélica”.

“Precisamos desmantelar as lógicas perversas que atribuem à posse de armas a segurança pessoal e social. Tais lógicas só servem para incrementar a ganância da indústria bélica, alimentando o clima de desconfiança entre povos e pessoas.”

Leia mais: O "Anjo" usou um jet-ski para entrar pelos fundos do Palácio da Alvorada para se encontrar secretamente com Bolsonaro
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 12 comentários
TOPO