"Não temos evidências de uma segunda onda generalizada"

Autoridades nos Estados Unidos estão voltando a fechar escolas e comércios não essenciais, em meio à pandemia da Covid-19.

Novas medidas restritivas foram anunciadas, por exemplo, nos bairros do Brooklyn e no Queens, em Nova York, onde o aumento de infecções e taxas de testes positivos “dispararam sinais de alarme”, diz o The New York Times.

Wafaa El-Sadr, professora de epidemiologia da Universidade de Columbia, porém, disse ao jornal:

“Não temos evidências, neste momento, de uma segunda onda generalizada.”

Leia mais: Por que a escolha de Bolsonaro para o STF agrada a Renan, PT, PDT...
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 9 comentários
TOPO