Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Netanyahu a Ernesto: sucesso de Israel deve-se a aposta antecipada em vacina

Netanyahu a Ernesto: sucesso de Israel deve-se a aposta antecipada em vacina
Foto: Prime Minister of Israel/Flickr

Binyamin Netanyahu afirmou à comitiva brasileira que visitou Israel que o sucesso da vacinação no país ocorreu devido à aposta antecipada no imunizante da Pfizer, relata a Folha.

O primeiro-ministro israelense recebeu em Jerusalém na segunda (8) Ernesto Araújo e Eduardo Bolsonaro, integrantes de uma missão enviada pelo governo Bolsonaro para conversar com instituições de Israel sobre o desenvolvimento de remédios contra a Covid-19.

De acordo com relatos ao jornal paulistano, Netanyahu disse aos brasileiros que, além de ter um território pequeno —com cerca de 9 milhões de habitantes, menos que a população da cidade de São Paulo—, Israel apostou na vacina da Pfizer bem antes dos demais países.

A decisão da compra, afirmou o premiê, foi tomada após avaliação de comitês científicos do país, que consideraram a vacina promissora mesmo nos estágios iniciais de pesquisa.

Hoje, mais de 57% da população israelense já recebeu ao menos uma dose do imunizante, o que já se reflete na redução no número de internações e mortes por Covid-19.

Igualzinho ao governo brasileiro, que passou 2020 insistindo na cloroquina e ignorando a oferta feita pela Pfizer ainda em setembro.

Leia mais: Guedes e seu ideário foram inteiramente soterrados pelos planos de sobrevivência política do presidente da República e da sua própria reeleição
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO