Netanyahu e “os horrores da história”

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, acabou de discursar no Congresso dos Estados Unidos. Ele argumentou contra o acordo nuclear com o Irã.

Ele disse:

“Não é verdade que a única alternativa a este acordo é a guerra. A alternativa a este acordo é um acordo muito melhor, que não deixe o Irã com uma vasta infraestrutura nuclear”.

“Estamos numa encruzilhada. Temos de escolher entre dois caminhos, e um deles leva a um mau acordo, que na melhor das hipóteses pode atrasar os planos nucleares do Irã por um tempo, mas cedo ou tarde resultará numa agressão e numa guerra. “

“Se o Irã quer ser tratado como um país normal, deve agir como um país normal!”

“Aquele tempo em que o povo judeu permanecia passivo diante do inimigo acabou… Nós vamos nos defender”.

“Se Israel tiver de ficar sozinho, ficará sozinho. Mas eu sei que isso não vai acontecer, eu sei que os Estados Unidos estão com Israel. Porque vocês sabem que a história de Israel não é apenas do povo judeu, e sim do espírito humano que se recusa a sucumbir novamente aos horrores da história”.