Nicarágua condena 2 opositores a mais de 200 anos cada um

Telegram

A Justiça da Nicarágua condenou hoje os líderes opositores Medardo Mairena e Pedro Mena a mais de 200 anos de prisão cada um, informa a agência France Presse.

Ambos foram acusados de “ações terroristas” nos protestos do ano passado contra a ditadura de Daniel Ortega. Edgard Altamirano, o juiz que deu a sentença, é um aliado do ditador, segundo a imprensa nicaraguense.

Segundo o advogado Julio Montenegro, da Comissão Permanente de Direitos Humanos, as penas –muito superiores à pena máxima do país, que é de 30 anos– são o triplo do pedido pela própria Procuradoria.

Assim como Donald Trump, Bolsonaro também quer mudar a embaixada do país para Jerusalém. Acompanhe aqui!

Não custa lembrar qual é o partido brasileiro que berra contra a “eleição ilegítima” de Jair Bolsonaro, mas apoia tudo isso.

Comentários

  • OLSim -

    Ditadores namoram e casam com o capitalismo até atingir com petardos mortais, as liberdades do cidadão... agem na calada da noite como ratos para não serem detectados até atingir seus objetivos.

  • OLSim -

    Ditadores, são como cânceres q corroem vidas e economias, condenendo-as à morte.

  • Ronald -

    Comunas fdps... não se preocupem. Comunas vao para a cadeia daqui há pouco e soltam as vítimas deles. Fora Comunas. Xô em toda América !!?

Ler 47 comentários