Nicarágua expulsa missões da OEA

A ditadura de Daniel Ortega na Nicarágua expulsou ontem duas missões da Comissão Interamericana de Direitos Humanos dedicadas a investigar protestos no país, registra o Estadão.

Em carta à OEA, que supervisiona os grupos, o governo nicaraguense escreveu que as missões foram suspensas por “não cumprirem seus objetivos”.

Em nota, a comissão disse que a situação na Nicarágua “continuará a ser uma prioridade e reafirma seu compromisso com as vítimas de violações de direitos humanos”.

Ao longo de oito meses de protesto contra a ditadura, ao menos 322 pessoas morreram e mais de 500 foram presas, segundo estimativas de ONGs.

Até o general Hamilton Mourão já comentou a história do ex-motorista de Flávio Bolsonaro CONFIRA AGORA

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

  1. É isso que a esquerda faz – extermina quem se opõe a eles! Isso era o que o PT, PCdoB, PDT e PSB queriam para o Brasil. Desejavam a miséria do povo e milhares de analfabetos funcionais.

Ler mais 18 comentários
  1. É isso que a esquerda faz – extermina quem se opõe a eles! Isso era o que o PT, PCdoB, PDT e PSB queriam para o Brasil. Desejavam a miséria do povo e milhares de analfabetos funcionais.

  2. E Ortega continua convidado para a posse do “Capitão”. Por isonomia, ele deveria estar no mesmo balaio de Cuba e Venezuela. Mas como O Antagonista acha que o papel do Brasil é “atrapalhar”…