Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Protestos em Cuba: 'o governo que se diz do povo ouviu que o povo não o quer'

A Crusoé ouviu o historiador cubano Manuel Cuesta Morúa, detido no último domingo durante protesto em Havana
Protestos em Cuba: o governo que se diz do povo ouviu que o povo não o quer
Foto: Reprodução

Em entrevista à Crusoé, o historiador cubano Manuel Cuesta Morúa detalhou como foi sua prisão e qual é o significado dos protestos que já duram quatro dias. Ele foi detido no domingo (11) em Havana, quando estava em um ônibus com um amigo, indo para uma manifestação no Capitólio.

“A ditadura cubana acusa os opositores de receber dinheiro de Miami para organizar protestos. Mas eles sabiam que essas acusações não faziam nenhum sentido. O que nós notamos é que eles pareciam muito nervosos. Pela primeira vez, o governo está tendo de enfrentar protestos massivos em todo o país. Eles foram pegos totalmente de surpresa.”

“E com isso temos a situação em que um governo que se diz do povo — fundado pelo povo e que supostamente representa o povo — ouviu que o povo de verdade não o quer mais.”

Leia mais aqui.

Mais notícias
TOPO