O Natal "não vai ser normal", diz governo britânico

O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, pretende relaxar as medidas restritivas de combate à pandemia durante o Natal.

A informação foi confirmada neste domingo por um porta-voz de Downing Street, segundo a agência EFE.

Johnson, que entrou em isolamento após ter contato com um deputado que testou positivo para a Covid-19, vai expor nesta segunda-feira “como as pessoas poderão ver os seus entes queridos no Natal”, apesar de “ter ficado claro que este não será um período normal de férias “, disse o porta-voz.

Leia mais: Os leitores de O Antagonista não agonizam com polêmicas fake.
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 5 comentários
TOPO