Mr. Samsung, o Odebrecht coreano

O Valor noticia que um tribunal sul-coreano aprovou na manhã desta sexta-feira (horário local) um mandado de prisão de Lee Jae-yong, herdeiro e executivo do conglomerado Samsung.

Lee é acusado de participar de esquema de corrupção que abalou a estrutura política e corporativa da Coreia do Sul e levou ao impeachment da presidente do país.

A Samsung é um conglomerado que vai da produção de produção celulares a plataformas de petróleo.