O pior ataque terrorista da história da Somália

Subiram para 231 mortos e mais de 350 feridos os números de vítimas – a maioria civis, principalmente vendedores ambulantes – do ataque terrorista com dois caminhões-bomba cometido no sábado, por supostos integrantes do grupo jihadista Al Shabab, na capital da Somália, Mogadíscio.

Segundo o Estadão, “os hospitais, escassos de medicamentos e sangue, estão superlotados de feridos. O ataque ao Safari Hotel e a um movimentado mercado da cidade é o pior já ocorrido na história do país com base no balanço de mortos, que ainda pode aumentar.”

 

Temas relacionados:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler mais 33 comentários
    1. SOMALIA ???? nao ser como voce ……………..mais saiba respeitar o proximo , a dor do proximo , ou voce se acha o intocavel

  1. Se tivesse sido em Paris, haveria cobertura massiva durante uma semana ininterruptas, com jornalistas perplexos e artistas cantando de mãos dadas We are the Worl.
    Mas como é na Somália a informação só chegou hj e nenhuma lamentação até o momento.

    1. Verdade!
      Os numeros por si sós mostram o tamanho do inferno em que já nos habituamos a viver.
      Mas o pior é que estamos em um atual estagio de DEMÊNCIA, APATIA E COMPLACÊNCIA com os desmandos dos bandidos instalados nos podres poderes!
      Não vai demorar para até a Somália dar um exemplo de cidadania com o povo lotando as ruas em protestos

  2. Comparação:
    .
    LÁ eles têm os malditos terroristas infiltrados na população, q atacam de surpresa. Produzem vítimas instantâneas e implantam um ambiente de medo e revolta.
    .
    Aqui temos o horror da impunidade patrocinada por nobres juizes macomunados com os excelentíssimos políticos q criaram/criam as leis em favor de sí próprios, e de suas ideologias, em detrimento da cidadania. Produzem vítimas – mortais e crônicas – à médio e longo prazo. Produzem danos irreparáveis na mentalidade e vigor do povo. Tal conduta nos cria um ambiente de impotência diante de daquilo q é absolutamente incorreto, mas q passa a ser “aceito como normal” – nem sentimos, é algo como um câncer oculto q ao atingir sua “maturidade” vai definhando e matando muitos aqui, e outros tantos ali.
    .
    Para completar, temos a inapetência do “sistema” para estabelecer um aparato legal, judicial e operacional para combater o crime em todas suas expressões. Vai daí, morrem e ficam inutilizados, mais brasileiros, vítimas da bandidagem, do que são atigidas pessoas em guerras ou terrorismo.
    .
    CONCLUSÃO: -A abominação, o terror, faz parte da vida de todos brasileiros – em benefício dos atual e anteriores “andares de cima”.

    1. E por mais cafajeste, cínico e incrível que pareça ,Romero Jucá sai do Sirio Libanês, um super-bandido no poder, com todos os custos pagos pelo contribuinte otário, e ainda grava e publica vídeo de agradecimento ao eleitorado jumento que lhe permite continuar seu mandato de saque aos cofres e de militância para anular a Lava Jato. Não aparecendo as FFAA para intervirem e acabar a ladroagem os cidadãos devem contratar um matador profissional para fazer os serviços.

  3. Al Shahab, que tal os senhores colocarem uma sucursal no Brasil?. Aqui os senhores podem entrar livremente e fazer o que bem entenderem. A lei de imigração atual permite!. Que tal?, venham queridos?, sejam bem vindo. Só um detalhe: Caso Bolsonaro ganhe em 2018 vocês estão ferrados, caso contrário estarão numa boa para cortar pescoços e dilacerar corpos de nóssa famílias à vontade. QUE PARAÍSO HEM!

  4. Caetano Veloso publicou em “O Globo” o relato minucioso de seu jantar com Deltan Dallagnol :

    https://www.oantagonista.com/brasil/caetano-veloso-janta-deltan-dallagnol

  5. Terror é terror onde quer que seja, e o banho de sangue é horrendo seja onde for. Muito triste, duas vezes mais triste em lugares como esse onde os recursos são muito mais escassos.
    Não existem seres mais covardes do que terroristas e se a imprensa começasse a fazer uma campanha de desconstrução deles, expondo-os como falhas do gênero humano e não como “ativistas”, talvez menos gente se deixasse seduzir por tais práticas bárbaras.

    1. Cristo jamais diria o que você disse, Jonah! Cristo prega o amor, o perdão, a tolerância. Você não segue os ensinamentos dele. Você não é cristão. Os terroristas podem te matar então…

    1. Patrizia, você acredito de forma pueril de que o país em que você e eu vivemos , é de fato uma país!.