O terrorista foi morto

O terrorista que, na Dinamarca, assassinou uma pessoa que assistia a um encontro sobre o Charlie Hebdo, foi morta pela polícia. Ao que tudo indica, trata-se do mesmo terrorista que, algumas horas depois, assassinou um voluntário judeu que protegia a porta de uma sinagoga no centro de Copenhague, durante um Bar Mitzvah.

A imagem do terrorista