O veneno do monstro era cianeto de potássio

Os procuradores holandeses concluíram hoje que o veneno bebido pelo criminoso de guerra Slobodan Praljak no Tribunal de Haia era cianeto de potássio. A substância provocou a parada cardíaca que o levou à morte.

Reveja abaixo o vídeo em que Praljak toma o veneno logo após ouvir a sentença que o condenou.

O instante em que o monstro tomou o veneno no tribunal

Temas relacionados:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

  1. Chamar alguém de monstro só porque outros monstros assim o definem é, no mínimo, desleixo profissional. Daqui deste lado, duvido que alguém saiba a verdade. Isso parece torcida de clube de futebol e não trabalho jornalístico.

Ler mais 21 comentários
  1. Chamar alguém de monstro só porque outros monstros assim o definem é, no mínimo, desleixo profissional. Daqui deste lado, duvido que alguém saiba a verdade. Isso parece torcida de clube de futebol e não trabalho jornalístico.

  2. – Usado durante a Segunda Guerra Mundial era ingerido para cometer suicídio. Ao ser ingerido provoca ardência na boca, rigidez do maxilar inferior, constrição da garganta, salivação, náuseas e vômitos.

    Soldados alemães da Segunda Guerra usavam-no para cometer suicídio, através de ingestão.

  3. Esse general e outros chefes militares Sérvios e Croatas realizaram um genocídio de milhares de bósnios, mulheres, crianças e velhos. O objetivo era matar todos para ocupar a Bosnia-Herzegovinia, na antiga Iugoslávia, Sul da Europa. Se não fosse a intervenção dos americanos e de outros países europeus, teriam matado toda a população do país.

    1. Camarada Luis Carlos Toledo, o sapientissimo marechal josip broa Tito não deixou q o germe assassino islâmico se manifestasse, somente por isso, o germe demoníaco islâmico não se manifestou por aquelas plagas e àquelas épocas!! Ele os protegeu, mas os controlou. Após sua morte, a caixa de Pandora islâmica sanguinária, maonetana e coranica, sob o camaleonico argumento nacional, começou a se manifestar, levando aonde se pronunciasse, o fogo sulfuroso do inferno. Parabéns aos sérvios e aos croatas, que impediram, pelo menos por enquanto, a soaria balcânica do Cão

  4. Meu próximo filho, o nono. Se chamará slobodan pinochet cruzado ustra,
    Mariguelo lamarco macunaimico leticio eneadactilo da silva… Assim homenageio anjos, e os exus da América latrina

    1. Boa Idéia Alberto, nem me passou pela minha cabeça duplipensante essa maviosa sugestão. Admirador do grande irmão, o agradeço pela sugestão

    1. Um herói julgado por tribunal de almofadinhas esquerdistas! O general sofreu acusações genéricas, inclusive por ter criado “dificuldades” para a população muçulmana, por ter derrubado uma ponte(já reconstruída) que levava a uma cidade bósnia. Muçulmanos matam pessoas de outras religiões e credos no mundo inteiro. A ONU e o Tribunal Penal Internacional são cegos quanto a isso! Nenhuma surpresa, faz parte da estratégia dos esquerdistas que dominam a ONU!

    2. Você é um analfabeto sobre o assunto dando opinião sobre o que não tem a mínima ideia. Grande parte da população da Bósnia são muçulmanos (europeus). Os Sérvios e os Croatas resolveram matar todos, inclusive velhos, mulheres e crianças, no que chamaram de limpeza étnica, para ocupar o território. Nunca houve terrorismo entre os muçulmanos da Iugoslávia, mas você não sabe nem onde fica isso. Esse general e outros militares assassinos mataram e enterraram cidades inteiras, para tomar seus territórios.

  5. Vendo a Europa hoje, sob o vil acobertamento da mídia ocidental e soa peotopseudosemi intelectualoides bananeiros, frente ao demônio islâmico, vejo que pereceu tombado um herói visionário croata

  6. Monstro é Este TRIBUNAL de HAIA, da ONU, onde tem 200 Países, só 7 paga em dia a Mensalidade de CUSTEIO, os outros 193 (BRasil esta sem pagar a mais de 6 meses, e quando paga uma atrasa dez) só vai lá pedir dinheiro e Votar pauta HUMANITÁRIA, ONU NÃO ME REPRESENTA!!

  7. Vendo o que hoje ocorre na Europa, em menor escala na América, sob o vil acobertamento e relativização da mídia, intelectualidade e pseudoprotointelectuais bananeiros em relação ao demônio islâmico, esse homem foi um verdadeiro herói croata, um visionário!!