Obrigado, Lula

Telegram

Na Venezuela de Nicolás Maduro, o caudilho bancado com propina repassada por Lula, os diabéticos estão morrendo por falta de insulina.

Diz o Estadão:

“A Venezuela viveu um dia caótico na quinta-feira. Algumas estações do metrô de Caracas fecharam por falta de luz. Houve queda de energia em várias regiões. Em 17 Estados, a gasolina está no fim. Em Vargas, médicos anunciaram que 24 diabéticos morreram nos últimos quatro meses por falta de insulina. A Organização Mundial de Saúde admitiu, pela primeira vez, que o país passa por uma crise humanitária.”

A fotografia do New York Times é assustadora:

Comentários

  • ari -

    Nesta semana, a Globo informava que pacientes com câncer não estão consegindo tratamento em várias partes do Brasil Ontem, 1/12, o JN, após noticiar o crescimento do PIB (posso rir?), fez uma longa reportagem mostrando que o país “vai muito bem” sim senhor. Interessante, no mesmo período ficamos sabendo que 75% dos novos empregos é trabalho informal (eufemismo para subemprego), que 50% dos trabalhadores ganham menos de 1 salário minimo, uma queda de 20,73% na arrecadação de outubro e a construção civil voltou ao nível de 2009. Há poucos dias, pudemos ver o Mapa da Violência mostrando um quadro terrível de crescimento da criminalidade (pelo menos alguma coisa cresce no país do golpe), em 2016 houve um aumento no desmatamento da ordem de 29% (viva o latifúndio!), e, por incrível que pareça

  • E -

    Tudo conforme planejado nas assembleias do FORO DE SÃO PAULO e denunciado por OLAVO DE CARVALHO e GRAÇA SALGUEIRO, pessoas a quem a MÍDIA BRASILEIRA DEU AS COSTAS e que ainda hoje não lhes dá uma vírgula de reconhecimento. Não agradeçam apenas a lula. GRANDE PARTE DA RESPONSABILIDADE PELO QUE SE PASSA NA VENEZUELA É DA MÍDIA. Agradeçam também a seus colegas. E agradeçam a cada brasileiro que acordados por estes dois GRANDES BRASILEIROS foram às ruas para derrubar dilma roussef. Este era (e ainda pode ser) o futuro que nos aguardava!

  • Teto -

    Matem logo esse lixo Nicolas Ferva no inferno

Ler 104 comentários