Odebrecht deve deixar o Peru em seis meses

Em entrevista ao jornal La República, o presidente do Peru, Pedro Pablo Kuczynski, disse que a Odebrecht pode ter que deixar todas as obras no país em seis meses:

“É um tema complexo porque é uma empresa muito grande que tem várias obras em andamento no Peru e, obviamente, o que deve haver é uma saída gradual.”

A empreiteira brasileira não sai das manchetes dos jornais peruanos.