Operação limpeza na Bélgica: os islâmicos acordaram os “cruzados”

É bom saber que a operação limpeza já começou na Europa, uma semana depois dos ataques terroristas em Paris. A polícia belga matou dois facínoras e prendeu um terceiro, na cidade de Verviers. Eles preparavam um grande atentado e, segundo as autoridades, tinham acabado de voltar da Síria, onde receberam treinamento do Estado Islâmico. A Bélgica entrou em estado de atenção também porque foi lá que os terroristas de Paris obtiveram o seu armamento pesado.
A operação limpeza, que não tem data para terminar (talvez nunca acabe), é fruto de uma coordenação inédita entre os principais países da Europa Ocidental. Quem sabe não esteja aí a semente de um serviço secreto europeu ou mesmo — vamos ser visionários — de um exército da União Europeia? Um inimigo comum, tanto interno como externo, é capaz de produzir milagres.
De qualquer forma, os islâmicos acordaram os “cruzados” para o problema que eles se recusavam a enxergar.

Faça o primeiro comentário