Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Oposição decide participar de eleições na Venezuela

Decisão encerra boicote que já durava três anos; em nota, coalizão afirma que pleito não será 'justo ou convencional', mas pode ser 'campo de batalha útil'
Oposição decide participar de eleições na Venezuela
Foto: Reprodução, Twitter

A oposição da Venezuela anunciou nesta terça-feira, 31, que participará das eleições regionais para prefeitos e governadores marcadas para 21 de novembro.

A declaração marca uma mudança de atitude. Em 2018, a grande maioria dos partidos de oposição desistiu de participar das eleições presidenciais organizadas pelo ditador Nicolás Maduro. Naquele ano, a MUD, a principal coalizão oposicionista, afirmou que o pleito era apenas “um show do próprio governo para aparentar uma legitimidade que não existe”.

Em nota para justificar a participação neste ano, a MUD diz saber que as eleições “não serão justas ou convencionais”, mas alega que elas serão um “campo de batalha útil” para que o país passe a ter “eleições presidenciais e legislativas livres”.

LEIA AQUI a reportagem de Duda Teixeira na Crusoé; assine a revista e apoie o jornalismo independente.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO