Oposicionista boliviano já fala em intervenção militar

Em um comício ontem à noite, Luis Fernando Camacho, líder do Comitê Cívico de Santa Cruz, na Bolívia, deu a Evo Morales 48 horas para renunciar.

“Nesta segunda-feira às sete horas da noite, vamos tomar medidas e garantiremos sua saída”, afirmou.

Camacho também leu uma carta em que pediu para os chefes das Forças Armadas “estarem ao lado do povo”.

A oposição afirma que Evo foi reeleito de forma fraudulenta.

Comentários

  • CLECIO -

    a direita só pensa em golpe!! eta racinha

  • Cleonor -

    Tendo os equerdopatas infiltrados isso tinha que acontecer

  • Kalá -

    Wow ... Finalmente. Que BOM. Cocalero no poder não da. É demais. Fora, seu Evo. Chega. Alternância de poder. Petista, esse também.

Ler 73 comentários