Os amigos internacionais do presidiário

Miguel Díaz-Canel, o novo “presidente” de Cuba –na verdade, um preposto do velhíssimo ditador Raúl Castro– condenou a prisão de Lula no discurso que fez hoje na ONU.

Ele disse que o encarceramento do petista visa “impedir o povo de voltar a eleger para a Presidência o líder mais popular do Brasil”. Sim, falou em “eleições”, aquela coisa que acontece muito livremente em Cuba há quase 60 anos.

Díaz-Canel também reiterou seu “absoluto apoio à revolução bolivariana chavista [e] à união cívico-militar do povo venezuelano”.

Os amigos do presidiário são isso aí. Mas a “ameaça à democracia” são os outros.

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler mais 27 comentários
  1. Bolsonaro simboliza o candidato contra o Crime,assim, é natural que o Crime atue contra Bolsonaro. As forças armadas que se preparem, a bandidagem ta pronta pro que de e vier. Orem pelo Brasil

  2. Não, Antagonistas. Para os cubanos comunistas/castristas e venezuelanos socialistas/chavistas/maduristas, fazendo eco à sua grande famiglia vermelha no Brasil, “outros” são Bolsonaro e Mourão.

  3. Se você olhar os trabalhos desses professores do PSOL, todos eles querem o Bolivarianismo e são leitores assíduos de autores socialistas latinos, ministrando inclusive cursos sobre estes nas IFs.

  4. URSS = PCChinês = Castrismo = Chavismo = Petismo (e linhas auxiliares). Todos levam a DITADURA. Aqui, o processo foi interrompido em 1935, em 1964 e em 2015. É Bolsonaro ou Ditadura que não sai!

  5. Cada um que diz contra a sua prisão mais certeza temos de sua criminalidade e quantos comparsas têm pelo mundo. É só rastrear quem repudia e vasculhar suas contas. Deve ser fácil descobrir os agr

  6. Que dúvida cruel. A petezadalixo continua tomando o tempo da Justiça do País. Não sabemos até quando. Dinheiro roubado para pagar bons advogados não falta. É É É BOLSONAROOOOOOO

  7. O país recordista (proporcionalmente) em execuções, prisões e torturas políticas, está criticando a prisão do comparsa deles que é ladrão, traidor do Brasil, condenado e presidiário pela jus