Os erros de Obama

O New York Times publica hoje uma reportagem extraordinária sobre o ISIS.

O jornal, entre outras coisas, mostra os erros cometidos por Barack Obama.

Ao se retirarem do Iraque, em 2010, os Estados Unidos subestimaram o potencial do inimigo. “O perigo era considerado tão reduzido que a recompensa pela captura de um de seus líderes caiu de 5 milhões de dólares para cem mil dólares”.

Em 2012, um relatório da agência de inteligência americana afirmou que o caos gerado pela guerra civil na Síria estava dando aos militantes islâmicos espaço para se espalhar e florescer. O ISIS, advertiu o relatório, poderia “declarar um estado islâmico através de sua união com outras organizações terroristas no Iraque e na Síria”.

O diretor da agência de inteligência disse ao New York Times:

“Esse relatório foi simplesmente ignorado pela Casa Branca. Porque contrariava sua narrativa”.