Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Para evitar impeachment, Trump ameaça republicanos

Para evitar impeachment, Trump ameaça republicanos
Foto: Gage Skidmore/Flickr

Um assessor de Donald Trump passou o fim de semana telefonando a senadores republicanos para assegurá-los de que o ex-presidente não tem planos de criar um novo partido, e portanto vai manter seu peso na agremiação. A reportagem foi publicada nesta segunda (25) pelo Politico.

A mensagem de Brian Jack, ex-diretor político da Casa Branca, é um sinal aos republicanos de que se votarem pelo impeachment de Trump poderão sofrer consequências nas eleições seguintes.

O tom não é novidade. No comício de 6 de janeiro, dia da invasão do Capitólio, o filho 01, Donald Trump Jr., exclamou: “Este é o Partido Republicano de Donald Trump!”.

No dia anterior, o filho 03, Eric Trump, foi ao Twitter dizer que “trabalharia pessoalmente” para derrotar todo senador e deputado republicano que não se opusesse à imaginária “fraude” na eleição.

O senador Kevin Cramer, da Dakota do Norte, confirmou ao Politico ter recebido o telefonema de Jack: “O presidente queria que eu soubesse, e outros também, que o presidente é republicano, não vai fundar um terceiro partido e qualquer coisa que ele fizer politicamente no futuro será como republicano”.

O 2º impeachment de Trump foi aprovado pela Câmara em 13 de janeiro. Para ser aprovado no Senado, o pedido exige dois terços dos senadores presentes – 67 de 100, se o quórum estiver cheio.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO