Parabéns, Michelle, é isso aí

Michelle Obama está sendo criticada por muçulmanos hidrófobos por não ter usado véu na visita de condolências que fez com o maridão à Arábia Saudita, pela morte do rei Abdullah. Pois fez muito bem. Véus, roupas pretas que parecem batinas, toda essa indumentária é ultrajante para todas as mulheres, não importam a origem e a crença. Chega de relativismos culturais para justificar visões de mundo da Idade Média.
Afora a hipocrisia dos machões muçulmanos. Quando vão para a farra na Europa e nos Estados Unidos, eles saem com acompanhantes de minissaias e decotes generosos, enquanto as suas mulheres ficam em casa, cuidando da filharada, vestidas dos pés à cabeça. E então, Maomé, isso pode?
Parabéns, Michelle, é isso aí.

Em homenagem a Michelle Obama, uma
charge do Charlie Hebdo, em que a
muçulmana toda coberta diz ao marido:
“A escola ensinará os seus filhos a 
se tocarem. Ao menos, não serão como
o pai, que não se toca com nada…”

Faça o primeiro comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

1200