Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Paraguai deve expulsar brasileiros suspeitos de envolvimento em chacina

Seis pessoas devem ser entregues à PF; quatro morreram no ataque, incluindo a filha do governador de Amambay e um vereador
Paraguai deve expulsar brasileiros suspeitos de envolvimento em chacina
Foto: Reprodução/Redes

O Paraguai deve expulsar do país 6 brasileiros suspeitos de envolvimento no ataque a tiros que matou 4 pessoas, incluindo Haylee Carolina Acevedo Yunis, filha de Ronald Acevedo, governador de Amambay, e o vereador Farid Afif.

O crime ocorreu em Pedro Juan Caballero, na fronteira com o Mato Grosso do Sul, no último sábado (9). A região é disputada por quadrilhas do tráfico de armas e drogas.

Segundo a TV Globo, os suspeitos devem ser entregues à Polícia Federal, na fronteira. A expulsão de brasileiros envolvidos em crimes tem sido adotada pelo Paraguai por ser considerada uma medida mais rápida e menos burocrática que a extradição.

Nesta terça (12), a polícia paraguaia retificou uma informação compartilhada sobre a morte de uma quinta pessoa no ataque. A brasileira Rhafaelli Alves do Nascimento, de 20 anos, está viva e segue internada em Ponta Porã.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO