Parlamento da Itália reconhece Juan Guaidó

O Parlamento da Itália aprovou hoje uma resolução que reconhece o oposicionista Juan Guaidó como presidente interino da Venezuela.

O governo do país, porém, está dividido. Matteo Salvini apoia a oposição a Nicolás Maduro, mas Luigi di Maio prefere a neutralidade –os dois são vice-primeiros-ministros.

Leia a reportagem de Duda Teixeira em Crusoé:

Parlamento da Itália reconhece Guaidó como presidente da Venezuela

Juan Guaidó, presidente interino da Venezuela, concedeu uma entrevista exclusiva à Crusoé e fez revelações contundentes que só o jornalismo independente e sem rabo preso é capaz de publicar. Veja aqui!

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler comentários
  1. ROSÂNGELA disse:

    É questão de tempo a queda daquele ditadorzinho de araque.

  2. Vitória disse:

    Finalmente a Itália reconhece Guaidó.

  3. SPA disse:

    Gleisi também reconhece maDURO , mesmo sabendo que não tá mole o atual cenário.

  4. interior disse:

    Itália, alemanha e japão deveriam ter feito o serviço direito...aliás, poderíamos ter só os descendentes desses países em SP...e mandar o resto embora

  5. Billy disse:

    grandesmherda a italia reconhecer alguma coisa....maduro nao vai cair. anotem aí.

    1. Vai ser "levantado" Com o pescoço devidamente atado a uma corda.

  6. Mario disse:

    Di Maio é de esquerda porisso ficou neutro apesar da maioria do Congresso ser conservadora.

  7. Brasil disse:

    Maduro já deveria estar preso. Ditador assassino!

  8. IVAN disse:

    O vices da Itália parece que gostam de terroristas..... O Parlamento salvou o País desse vexame.

    1. Vergogna questi politici del Movimento 5 Stelle. Beppe Grillo va fancullo!

  9. Guilherme disse:

    Esse movimento 5 estrelas é muito radical, muito utópico. Assusta um pouco. Espero que a Lega de Salvini domine totalmente as próximas eleições. De qualquer forma, boa notícia!

  10. jessyca disse:

    opa mais uma nação pro time pró libertação da Venezuela

    1. Brovo Matteo Salvini, Fuora Di Maio e Beppe Grillo. Forza Italia ti voglio tanto bene.