Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Pentágono admite que matou 10 civis em operação com drones em Cabul

Em 29 de agosto, os militares americanos dispararam mísseis contra um veículo para tentar conter um suposto ataque terrorista
Pentágono admite que matou 10 civis em operação com drones em Cabul
Reprodução/Sky News

O Pentágono admitiu nesta sexta-feira (17) que 10 civis morreram em bombardeio aéreo com drones em Cabul realizado no último dia 29. Sete deles eram crianças. Na época, militares americanos afirmaram que a operação era necessária para conter um possível ataque terrorista, em meio a ameaças do Estado Islâmico.

Os mísseis foram disparados contra um veículo, sob a alegação de que havia explosivos no porta-mala. Hoje, os militares afirmaram que os objetos eram, provavelmente, garrafas de água, e que o carro não representava ameaça.

O motorista, Zemari Ahmadi, um trabalhador de longa data de um grupo de apoio dos EUA, não tinha nada a ver com o Estado Islâmico.

“Ofereço minhas profundas condolências à família e aos amigos dos que foram mortos”, disse o general Kenneth F. McKenzie Jr., do Comando Central dos Estados Unidos.

Os americanos classificaram o episódio como “um erro trágico”.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO