Pesquisa com partículas pode revelar novas leis da Física, anunciam cientistas dos EUA

Pesquisa com partículas pode revelar novas leis da Física, anunciam cientistas dos EUA
Foto: Reidar Hahn/Fermilab/U.S. Department of Energy

Os primeiros resultados de um experimento conduzido em um laboratório do Departamento de Energia do governo dos EUA mostraram partículas comportando-se de uma forma ainda não prevista pelas teorias cientificas, anunciou nesta quarta (7) o laboratório federal Fermilab.

“Este resultado divisor de águas, feito com precisão sem precedentes, confirma uma discrepância que tem consmido os pesquisadores há décadas”, diz nota do Fermilab.

A pesquisa identificou partículas fundamentais chamadas múons comportando-se de forma não prevista pelo Modelo Padrão da física de partículas.

Os múons têm cerca de 200 vezes a massa dos seus ‘primos’, os elétrons. Eles ocorrem naturalmente quando raios cósmicos atingem a atmosfera da Terra, e aceleradores de partículas podem produzir múons em grande número. Como os elétrons, eles agem como se tivessem um pequeno ímã interno.

Os experimentos mostraram que os múons “reagiram a alguma coisa que não está na nossa melhor teoria”, disse Renee Fatemi, físico da Universidade do Kentucky e gerente de simulações do experimento.

“As fortes evidências de que os múons desviam dos cálculos sob o Modelo Padrão podem dar indícios de empolgante nova física“, acrescentou o Fermilab.

Assista ao vídeo do Fermilab sobre o experimento com múons:

Leia mais: Assine a Crusoé, a publicação que fiscaliza TODOS os poderes da República.
Mais notícias
TOPO