Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Polícia da Nicarágua prende 3º rival de Daniel Ortega em eleição

Félix Maradiaga foi acusado de 'atos contra a soberania'; antes disso, Arturo Cruz e a principal oposicionista, Cristina Chamorro, foram detidos e impedidos de concorrer
Polícia da Nicarágua prende 3º rival de Daniel Ortega em eleição
Foto: Cancillería del Ecuador, Flickr

Félix Maradiaga, candidato de oposição à Presidência da Nicarágua, foi detido pela polícia nesta terça-feira (8) após comparecer ao Ministério Público, que iniciou uma investigação contra ele por “atos contra a soberania, terrorismo e apoio a sanções contra o país”.

É o terceiro rival do ditador Daniel Ortega —isso mesmo, o terceiro— preso em uma semana. As eleições no país estão marcadas para 7 de novembro.

No sábado (5), Arturo Cruz, ex-embaixador nos EUA, foi preso sob a acusação de “atentar contra a sociedade nicaraguense”. Três dias antes, a principal candidata oposicionista, Cristina Chamorro, filha da ex-presidente Violeta Chamorro, também teve prisão decretada e foi impedida de concorrer.

Nessas condições, a eleição é uma piada —Daniel Ortega está no poder desde 2007 e não dá o menor sinal de querer largar o osso. Mas a esquerda latino-americana, incluindo o PT e Lula, acha o máximo.

Leia mais: A Crusoé foi verificar in loco a farsa perpetrada pela ditadura venezuelana elogiada pelo PT na época de Lula, e encontrou um cenário desolador.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO