Portugal decreta estado de calamidade e amplia restrições

Portugal decreta estado de calamidade e amplia restrições
Divulgação

Portugal vai endurecer as medidas restritivas no país após enfrentar uma alta recorde de casos de Covid-19 na última semana.

A primeira decisão foi decretar estado de calamidade, o mais grave antes do estado de emergência.

Entre as medidas, estão a proibição de reunião de grupos com mais de cinco pessoas. O governo também anunciou que vai propor ao Parlamento uma lei que torna obrigatório o uso de máscaras nas ruas.

O governo também tenta emplacar uma lei que obriga o uso do aplicativo Stay Away Covid, que rastreia contatos com infectados pelo coronavírus.

“Precisamos assentar o controle da pandemia nos comportamentos individuais de cada um de nós e no apelo à responsabilidade individual para todos contribuirmos para controlar esta pandemia”, disse o primeiro-ministro de Portugal, António Costa.

Até agora, Portugal registra 91.193 casos e 2.117 mortes por Covid-19.

Leia mais: Marco Aurélio e o caso André do Rap: como a lei (e a mais alta corte do país) pode ser usada para libertar um criminoso considerado perigoso?
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO