ACESSE

Poste argentino visita Lula e fala em "perseguição" a Cristina

Telegram

Alberto Fernández, o poste argentino, visitou Lula na cadeia e saiu de lá repetindo o mesmo discurso usado pelos petistas — mas desta vez para defender Cristina Kirchner, candidata a vice em sua chapa.

“Não estou questionando a corrupção que pode ter existido. Mas há uma perseguição a Cristina. São duas coisas diferentes”, disse Fernández aos jornalistas, ao lado de Celso Amorim. “Se um funcionário se corrompeu, que seja punido. Mas Cristina está sendo envolvida arbitrariamente em um caso que não tem nada a ver.”

Perguntado sobre a possível recuperação de Mauricio Macri nas últimas pesquisas, o poste de Cristina fez o que os petistas mais gostam de fazer: culpou a imprensa.

“Não, não, não… Isso é porque grande parte da imprensa é ‘macrista’, mas não existe isso.”

Alberto Fernández também desqualificou Jair Bolsonaro. Ao responder sobre as críticas do presidente brasileiro à sua colega de chapa, o poste limitou-se a dizer: “Não é sério isso”.

Lula livre: "Uma das ideias é apresentar um novo pedido de libertação ainda durante o recesso do STF..." Leia mais

Comentários

  • Jose -

    Esse poste é muito burro. Atualmente, visitar o Lula tira votos.Associar D. Cristina à um condenado por corrupção, só atrapalha. Sorte dos argentinos.

  • Oswaldo -

    Quantos processos tem o poste argentino? O nosso já tem mais de trinta. Ninguém supera os postes brasileiros. Chupa Hermanos!

  • Jane -

    Já passa da hora de lula ser um verdadeiro preso!

Ler 42 comentários