PPK nega ter trabalhado para a Odebrecht

O presidente do Peru, Pedro Pablo Kuczynski, o PPK, foi à TV do país dizer que não trabalhou como consultor da Odebrecht nem recebeu dinheiro da empreiteira para suas campanhas.

Segundo o jornal peruano “El Comercio”, Marcelo Odebrecht disse a procuradores peruanos ter contratado PPK depois de ele deixar o governo de Alejandro Toledo, que terminou em 2006.

PPK tem razão em se preocupar. Afinal, no Peru se prendem ex-presidentes –e um antecessor seu já foi para a cadeia por envolvimento com a Odebrecht.

.

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler mais 5 comentários