Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Prefeita italiana é criticada por proposta de homenagem a Bolsonaro

Prefeitura de Anguillara Veneta, onde nasceu um bisavô do presidente, quer dar ao brasileiro o título de cidadão honorário; políticos, ativistas e até grupos religiosos protestaram
Prefeita italiana é criticada por proposta de homenagem a Bolsonaro
Foto: Adriano Machado/Crusoé

A Câmara Municipal de Anguillara Veneta, cidade italiana de apenas 4.000 habitantes que fica a 80 km de Veneza, deverá votar nesta segunda-feira (25/10) uma proposta para conceder o título de cidadão honorário a Jair Bolsonaro, informa a Deutsche Welle.

A homenagem gerou polêmica e declarações de indignação por parte de políticos, ativistas e até grupos religiosos, num momento em que o presidente brasileiro é acusado de crimes contra a humanidade e outros delitos pela CPI da Covid —sem falar em aberrações recentes, como a delirante alegação de que vacinas contra a doença “provocam” Aids.

A ideia da homenagem a Bolsonaro partiu da prefeita de Anguillara Veneta, Alessandra Buoso. A justificativa é que um bisavô do presidente nasceu na cidade.

Em entrevista à agência italiana Ansa, Buoso alegou que a homenagem não tem motivação política. “Pensei nas pessoas do meu país que migraram para o Brasil e construíram uma vida até chegar à Presidência, levando o nome de Anguillara Veneta para o mundo.”

Questionada sobre os crimes imputados a Bolsonaro pela CPI da Covid, a prefeita respondeu que não estava ciente das acusações.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO