Prejuízos com invasão do Capitólio chegam a US$ 30 milhões

Prejuízos com invasão do Capitólio chegam a US$ 30 milhões
Foto: Tyler Merbler/via Flickr

A limpeza de vidros quebrados, portas e pichações e a proteção do Capitólio dos EUA após a invasão do prédio, em 6 de janeiro, vai custar mais de US$ 30 milhões (cerca de R$ 162 milhões), disseram funcionários do Congresso a parlamentares nesta quarta-feira (24).

A invasão por parte de apoiadores de Donald Trump que queriam impedir o Legislativo de certificar a vitória eleitoral de Joe Biden resultou em cinco mortes.

“Estátuas, murais, bancos históricos e venezianas originais sofreram vários graus de dano”, disse o arquiteto do Capitólio J. Brett Blanton em audiência na Câmara. “Esses danos às nossas preciosas obras de arte e estátuas exigirão limpeza e conservação especializadas.”

Os parlamentares dos EUA já aprovaram a destinação de US$ 30 milhões para custear as despesas descritas por Blanton, cujo escritório é responsável por operar e conservar o conjunto de edifícios que compõem o complexo do Capitólio.

Leia mais: O impeachment de Bolsonaro entra na agenda.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO