Premiê britânica cobra explicações da Rússia sobre crime

Theresa May, a primeira-ministra britânica, disse hoje ser “muito provável” que a Rússia esteja por trás do envenenamento de Sergei Skripal e sua filha Yulia em território do Reino Unido.

Apontado como agente duplo, Skripal está em coma –assim como a filha– desde que os dois foram atacados perto de um shopping center na cidade de Salisbury.

Outras 21 pessoas que estavam nas proximidades tiveram de receber tratamento médico depois do ataque.

May cobrou que a Rússia se manifeste até amanhã. “Se não houver resposta digna de confiança, concluiremos que a ação caracterizou uso ilegal da força por parte do Estado russo contra o Reino Unido”, declarou a premiê.

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

  1. Darseid #Bolsonaro2018 disse:

    Esses Russos são uns parasitas.

Ler comentários
  1. El Kabong disse:

    Mesma coisa que os EUA querem fazer com Assange e Snowden. Mas aí, tá tudo certo, né?

    1. Não querem e não fizeram porque são nações com princípios, diferente do puto do Putin, que é um ex-agente da KGB e assassino por natureza.

    2. Querem, adorariam.... mas não fazem! Adivinha porquê??

  2. BOLSONARO NO PRIMEIRO TURNO disse:

    E vai ficar por isso mesmo, a menos que eles declarem guerra aos russos, o que eu duvido.

  3. ebe disse:

    A finada KGB, atual FSB, da qual o czar vermelho Vladimir Vladimirovich PUTIN foi dirigente entre julho de 98 a agosto de 99, é uma refinada suspeita. Já foi indicada em situações anteriores muito parecidas. Eles têm um know-how de primeira linha, em matéria de "afastar incômodos". Aki no Brasil, a gente matava e esquartejava as Elzas da vida que apenas eram suspeitas de que um dia poderiam importunar... Sob a tutela de Luiz Carlos Prestes, o "cavaleiro da esperança" dos violentos débeis mentais que pululavam no bas-fond do Pecebão.

    1. O comunismo internacional aqui na terrinha envenenaram o Enéas e o perito do assassinato do Celso Daniel.

  4. josé disse:

    Ingenuidade do espião duplo e dos ingleses supor que, após entregar o nome de espiões russos em operação no ocidente, não haveria retaliação por parte de Moscou. O serviço secreto russo jamais perdoaria tal conduta.

  5. Chuck Morris siberiano disse:

    Não foi nada. Só um pouquinho de polônio-210 não mata ninguém. Putin usa isso como adoçante no café.

  6. Roberto disse:

    Putin achou que, depois de Litvinenko e Yushchenko, ninguém nunca fosse reclamar.