ACESSE

Premiê do Líbano renuncia

Telegram

Alvo de protestos há três dias por causa da explosão do porto de Beirute, o primeiro-ministro do Líbano, Hassan Diab, anunciou sua renúncia, em discuso transmitido pela TV.

Mais cedo, o ministro da Saúde informou que todos os ministros do governo deixariam o cargo.

Mais de 200 pessoas morreram e 6 mil ficaram feridas pela explosão.

No pronunciamento, Diab disse que “este crime” foi resultado de uma corrupção endêmica e pediu o julgamento dos responsáveis.

Leia mais: Exclusivo: a imprensa livre na mira

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 19 comentários