ACESSE

Presidente da Bolívia confirma eleição em 6 de setembro

Telegram

A presidente interina da Bolívia, Jeanine Áñez, confirmou que as eleições no país serão realizadas no dia 6 de setembro.

Ela vinha sendo pressionada pela oposição a promulgar a lei que convocava as eleições — que já havia sido aprovada pelo Parlamento.

“Recebi pressões exigindo eleições em 6 de setembro, ou seja, em plena pandemia. Tenho um país sofrendo e muitos políticos e autoridades exigindo eleições o mais rápido possível”, disse Jeanine.

“Promulgar leis é uma de minhas obrigações como presidente, e eu não posso ir contras as leis. O governo fará todos os esforços para garantir as medidas de saúde necessárias à população.”

As eleições presidenciais na Bolívia estavam inicialmente marcadas para o dia 3 de maio, mas foram adiadas por causa da epidemia de Covid-19.

De acordo com as últimas pesquisas, o candidato do ex-presidente Evo Morales, Luis Arce, é o favorito, com mais de 33% das intenções de voto — seguido por Carlos Mesa (18%) e pela própria Jeanine (17%).

Leia mais: O que Moro pensa sobre o Brasil? Clique e saiba mais

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Seja o primeiro a comentar