Primeiro-ministro do Japão lamenta pressão por causa da Olimpíada

Yoshihide Suga reclamou que os debates do Parlamento apontam que "todas as responsabilidades deveriam ser assumidas" por ele
Primeiro-ministro do Japão lamenta pressão por causa da Olimpíada
Foto: COI

O primeiro-ministro do Japão, Yoshihide Suga, lamentou nesta quarta-feira (10) a pressão que está sofrendo por causa da realização da Olimpíada em meio à pandemia de Covid.

Em uma sessão do Legislativo, ele reclamou que os debates do Parlamento apontam que “todas as responsabilidades deveriam ser assumidas pelo primeiro-ministro”.

A realização do evento, programado para acontecer entre os dias 23 de julho e 8 de agosto, tem sido criticada por autoridades, ex-atletas e pela população, que citam a preocupação com o avanço do coronavírus no Japão.

Mesmo com os protestos, as autoridades continuam garantindo a realização da Olimpíada.

Espectadores estrangeiros não poderão assistir aos jogos.

Os organizadores finalizarão os planos para o público antes do final deste mês.

Leia mais: Assine a Crusoé e apoie o jornalismo independente.
Mais notícias
TOPO