Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Provas apontam lavagem de dinheiro da Universal, diz PGR de Angola

Em entrevista à BBC, o porta-voz da procuradoria angolana, Álvaro João, disse que há indícios contundentes de crimes cometidos por pessoas ligadas à igreja
Provas apontam lavagem de dinheiro da Universal, diz PGR de Angola
Foto: Divulgação/IURD

A Procuradoria-Geral da República de Angola afirmou que são fartas as provas reunidas contra quatro integrantes da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD).

Eles são denunciados por lavagem de dinheiro, evasão de divisas e associação criminosa no país.

Os quatro investigado são Honorilton Gonçalves da Costa, ex-representante máximo da IURD em Angola, Fernando Henriques Teixeira, ex-diretor da TV Record África, o bispo António Pedro Correia da Silva, presidente do conselho da IURD em Angola, e o pastor Valdir de Sousa dos Santos.

O processo corre atualmente sob sigilo, mas deve vir a público em breve.

Em entrevista à BBC, o porta-voz da PGR angolana, Álvaro João, não há dúvidas de que houve lavagem de dinheiro.

“Quando você retira dinheiro de um Estado de forma não lícita, você já está a branquear e a violar a lei. Há fatos e provas que nos levam a chegar à conclusão de que de fato há branqueamento de capitais ou crimes conexos.”

Leia mais: Assine a Crusoé e apoie o jornalismo independente.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO