ACESSE

Próximo presidente da Bolívia terá de fazer ajuste fiscal

Telegram

Desde o fim do bom momento das commodities, o crescimento na Bolívia foi sustentado por uma elevação irresponsável dos gastos públicos, o que fez a dívida pública do governo de Evo Morales saltar de 36% para 54% do PIB.

“Se o próximo governante for mais responsável, ele terá de fazer algum ajuste fiscal”, diz a economista Patricia Krause.

Leia a reportagem de Duda Teixeira na Crusoé:

Próximo presidente da Bolívia terá de fazer ajuste fiscal

Como o Brasil pode evitar que as confusões dos países vizinhos o contaminem. Saiba mais

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 14 comentários