Quebra-quebra em Paris

Primeiro de Maio violento em Paris.

Cerca de 1.200 black blocs promoveram um quebra-quebra perto da estação de Austerlitz. Eles começaram depredando um McDonald’s.

Duzentas pessoas foram detidas.

Temas relacionados:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

  1. Lenha na fogueira disse:

    Esse tipo de arruaça acontece por que as autoridades tanto francesas como aqui mesmo em banânia, não sabem valer a autoridade que tem e permite que vândalos façam o que bem entendem sem preocupação com punição, tudo em nome de valores meramente subjetivos e vagos!

Ler comentários
  1. Marco Bettega disse:

    O problema é que esse tipo de mofo travestido de anarquia - provavelmente nem sabem quem foi Proudhom - vem de lugar nenhum para chegar a nenhum lugar, causando perigo e transtorno ao cidadão de bem. Fizessem isso nas fileiras da legião estrangeira, no meio do Saara, vá lá. Dêem chinelas para vagabundo chutar areia . . . e em 15 minutos, a revolta "toddynho com nesfit" acaba.

  2. Nathan disse:

    País comunista é tudo igual. Certamente desejam DIREITOS, PEDIDOS DE DESCULPA E A DESTRUIÇÃO DO ESTADO E DA FAMÍLIA!

  3. nom disse:

    Escola do Soros que espalha seu exército mundo afora, junto com outros.

  4. Raphss disse:

    Comunista feliz é comunista que vive em país capitalista.

  5. Russos e Comunas já infiltrados em toda a Europa disse:

    Será uma tomada, não de imediato, do continente Europeu. Assim como foi na Crimeia. Quem viver, verá!

  6. Douglas Tessitore disse:

    Próximas eleições: Procura-se político para as próximas eleições, concorrente a postos municipais, estaduais ou federais. CONDIÇÕES ESSENCIAIS: Concorrer pela primeira vez a uma eleição; ter ficha cadastral sem qualquer irregularidade, política e/ou comercial; não ser vinculado a qualquer sindicado de classe. Possuir de preferencia formação de ensino superior ou equivalente em seu currículo.

  7. Zé Renato disse:

    Quebra-quebra na Coreia do Norte ou em Cuba, é que seria uma notícia diferente. O dia do trabalho é comemorado com força, pelos vagabundos. Faz sentido.

  8. Daniel Moura disse:

    São brasileiros eleitores do Freixo. Sininho tá no meio.

  9. Douglas Tessitore disse:

    PROCURA-SE POLÍTICO Condições - Ficha cadastral sem qualquer referência negativa, ficha policial sem máculas, curriculum escolar: Curso superior de preferência e, CONCORRER PELA PRIMEIRA VEZ À UMA ELEIÇÃO POLÍTICA.

  10. Chris disse:

    Esquerdopatas tem em todo lugar do mundo.

  11. hoje é festa disse:

    Cá como lá, trabalhadores têm maneiras peculiares de comemorar.

  12. zumbi do palmito disse:

    Cadê os Black blocs tupiniquins? Tomando nescauzinho com batatas Pringles?