Quem dá mais?

No eBay, um exemplar da última edição do Charlie Hebdo está em leilão por preço inicial de 75 000 euros. Outro por 40 000 euros. Outro por 10 000 euros. Uma cópia da edição que estampa Maomé como editor-chefe —  “Charia Hebdo” — foi colocada à venda por um preço mínimo de 16 000 euros. Até o momento, 64 pessoas se dispuseram a comprar. O antagonista Mario jogou a sua fora, um ano atrás, quando mudou de apartamento.


 Precisamente, por 75.350 euros

Faça o primeiro comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

1200