Quem muda e quem se recusa a mudar

Em 6 de janeiro de 1980, o governador da Sicilia, Piersanti Matarella, foi assassinado pela Máfia. Ontem, 35 anos depois, seu irmão Sergio Matarella foi eleito presidente da República italiana.

A fotografia abaixo mostra Piersanti Matarella moribundo, em seu carro, depois de levar oito tiros, e Sergio Matarella tentando acudi-lo. É o sinal de um país que – ao contrário do nosso – quer mudar.


Sergio Matarella acode o irmão baleado

Faça o primeiro comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

1200