ACESSE

Referendo pode abrir caminho para Putin governar a Rússia até os 84 anos

Telegram

Os russos votam nesta quarta-feira em um referendo para dizer se aprovam ou não um pacote que altera 14 trechos da Constituição do país, informa a Crusoé. A principal alteração é em relação ao tempo em que Putin, hoje com 67 anos, poderá ficar no poder.

Ele está no comando da Rússia desde agosto de 1999, ocupando as funções de primeiro-ministro e presidente. Seu atual mandato expira em 2024. Segundo a atual Constituição, o mandato de presidente só pode ser exercido duas vezes.

A reforma que está sendo discutida anula essa contagem. Com isso, Putin poderia concorrer nas eleições de 2024 e 2030. Em 2028, ele ultrapassaria Josef Stalin em tempo no cargo. Putin só precisaria deixar o posto em 2036, aos 84 anos.

“Ele certamente está tentando evitar qualquer discussão sobre sucessores neste momento. Qualquer conversa desse tipo poderia perturbar o delicado equilíbrio de poder que ele construiu na elite russa”, disse à Crusoé Sergey Radchenko, especialista em Rússia e Guerra Fria na Universidade Cardiff, no Reino Unido.

A reforma também reduziria as pretensões de alguns rivais. Uma cláusula exige que os candidatos à presidência tenham morado no país nos últimos 25 anos e que não tenham documentos estrangeiros. Até então, a exigência era de dez anos vivendo na Rússia.

Leia mais aqui.

O presidente da Russia, Vladimir Putin, durante Diálogo dos Líderes com o Conselho Empresarial do BRICS

Leia mais: A guinada de Bolsonaro para ficar no poder

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 17 comentários